Desafios e experiências de supermercados durante a pandemia foram debatidas em live da CIC Jovem

O diretor executivo do Supermercado Cairú, Cristiano Romio, e o sócio-proprietário do Super São Lucas, Felipe Locatelli, falaram como as empresas se adaptaram para receber clientes e colaboradores em meio a pandemia do novo Coronavírus.

Eles foram os convidados da CIC Jovem para a primeira edição online do tradicional evento Conversando com Jovens Empreendedores, realizado na noite de terça-feira, 30 de junho.

Como o setor supermercadista é considerado uma atividade essencial, mantendo o funcionamento mesmo quando a maioria das empresas foi obrigada a fechar, o debate foi centralizado pelas mudanças de hábitos e maneiras de vender.

“O supermercado não precisou fechar, mas tivemos que investir muito e servimos como um meio de educar sobre a higiene e o distanciamento. Tivemos que deixar pessoas esperando fora da loja para obedecer o limite de clientes no estabelecimento”, disse Locatelli.

Para ele, em todas as crises surgem oportunidades e, por isso, é preciso estar atento a todo o momento. “Grandes empresas dos dias de hoje acabaram surgindo ou se fortalecendo em meio a momentos de grandes incertezas do passado”, destacou.

Segundo Romio, um dos grandes desafios foi adaptar o mix de produtos ao meio digital para que a experiência do consumidor, sem sair de casa, sinta-se dentro do supermercado.

“Todo o planejamento feito para 2020 foi esquecido e precisamos nos adaptar e assimilar o que precisaríamos fazer e focar dia após dia. Já tínhamos uma base para o e-commerce, o que com a pandemia acelerou o processo”, salientou Romio.